Sakhola e Mathioya

Um conjunto de centrais hidroelétricas de fio de água com capacidade de geração combinada de 10MW vai fornecer acesso melhorado ou pela primeira vez a energia a quase 300.000 pessoas.

Duas centrais hidroelétricas de fio de água estão projetadas na zona rural do Quénia vão fornecer uma capacidade instalada total de quase 10MW, com variadíssimos benefícios.

Segundo de planos do promotor Virunga Power, a central Sakhala de 6 MW será construída no rio Nzoia, na parte oeste do Quénia, enquanto a central 4 MW Mathioya estará no rio Mathioya South, na região central.

Ambos os projetos estão a ser desenvolvidos no âmbito do programa Feed-in-Tariff de Energia Renovável em Pequena Escala do Quénia e, uma vez construídos, estarão entre as primeiras — e maiores — instalações hidroelétricas de pequenas dimensões ligadas à rede de origem privada.

O apoio da comunidade, assim como a copropriedade e benefícios a longo prazo para a comunidade (através da nova eletrificação de agregados familiares rurais nas áreas circundantes) são fundamentais para o modelo de negócio do promotor sedeado em Nairobi. Ambos os projetos hidroelétricos serão desenvolvidos em colaboração com organizações comunitárias locais.

Espera-se que as centrais criem 30 empregos quando estiverem operacionais e outras centenas durante a construção. A propriedade direta da comunidade e a sua participação da administração vão garantir que os dividendos e outros benefícios socioeconómicos sustentáveis de longo prazo fluam para as comunidades rurais locais.

A conclusão dos projetos terá um forte efeito de publico no Quénia e em toda a região da África Oriental, não apenas em termos do sucesso no desenvolvimento de pequenas centrais hidroelétricas ligadas à rede, mas também como um modelo para desenvolver esses projetos em parceria com as comunidades.

A abordagem da Virunga Power, que visa desenvolver projetos financiáveis com benefícios diretos e indiretos para as comunidades locais, é inovadora, sustentável e também altamente replicável.

Estrutura de financiamento

Data de contrato: 30 de junho de 2016
Tipo de empréstimo: capital de desenvolvimento
Financiamento da REPP: 751.000 dólares

Com o apoio da REPP, a Virunga Power consegue acelerar o desenvolvimento de projetos impactantes de energia rural e espera oferecer uma infraestrutura duradoura, altamente benéfica e sustentável para os parceiros da comunidade queniana.
— Brian Kelly, Fundador e Diretor Executivo, Virunga Power